Como contornar os exageros alimentares de fim de ano?

Com relação aos abusos alimentares cometidos no Natal e Ano-Novo, o ideal é que após os exageros, “voltemos a fazer uma alimentação balanceada, com ingestão de líquidos como água, sucos e chás”, pontua a nutricionista Thaísa Herdt. Ela alerta para radicalismos a que muitos apelam após as festas. “Não há necessidade de ingerir somente líquidos e ficar sem se alimentar. Pois tanto o jejum como o exagero na ingestão de líquidos não trazem benefícios à saúde”. Esse extremo, “pode levar o indivíduo a apresentar tonturas, hipoglicemia e mal-estar geral” alerta a nutricionista.

A sugestão de Thaísa é que, após os exageros de final do ano, se volte aos hábitos alimentares saudáveis. “Como estamos no verão, devemos dar preferência por alimentos mais leves, como frutas da época, saladas com verduras e legumes variados, crus e cozidos, risotos, sucos, vitaminas, gelatina, salada de fruta, etc.”, reforça. Estes são digeridos mais facilmente, evitando desconfortos intestinais.

Tais alimentos têm grande quantidade de água, fibras, vitaminas e minerais, “fornecendo poucas calorias e contribuindo para a eliminação do peso adquirido nas festas”, sugere. É importante ainda, lembra Thaísa, fazer “de cinco a seis a seis refeições diárias, estimulando o metabolismo. O que ‘queimará’ mais calorias”, conclui.

08
jan 2013
POSTADO POR
POSTADO EM Notícias
COMENTÁRIOS 0 Comments

Nutrição: mesmo no inverno, é possível viver em paz com a balança

Segundo a nutricionista Thaísa Herdt, da Pró-Vida, no inverno, é importante cuidar com os exageros típicos do inverno, principalmente com relação a alimentos muito calóricos e ricos em gorduras. “Na estação de baixas temperaturas, as necessidades energéticas do organismo aumentam, em função da necessidade de se produzir mais calor para manter a temperatura corporal. Assim, é natural haver um aumento do apetite”, explica Thaísa.

Para manter a boa forma, é importante cuidar da alimentação e não exagerar no consumo de massas, doces, bebidas para compensar o apetite aumentado. ”Juntamente com o aumento do apetite, sentimos vontade de ingerir algo quente e bebidas alcoólicas, o que pode aumentar o consumo de calorias e consequentemente, o peso”, conclui a nutricionista.

Dicas

Seleção de alimentos pode suprir  calorias sem levar ao

aumento do peso.

  • As massas com molhos brancos ou muito elaborados se tornam muito calóricas. Portanto, prefira massas com molho simples de tomate ou a bolonhesa;
  • a estação é propícia para o consumo de sopas. Nesse caso, prefira sempre as preparações à base de verduras e legumes, que são ricas em fibras, vitaminas e minerais;
  •  consuma frutas todos os dias. Sempre que possível opte por aquelas que contém vitamina C (limão, acerola, laranja, morango), pois de acordo com alguns estudos esta vitamina reduz o tempo de recuperação das gripes e resfriados, muito comuns no inverno;
  • substitua doces calóricos (chocolates, doce de leite, bolos) por doces à base de frutas ou frutas secas (doce de banana/ abóbora, uva passa, damascos, ameixa seca);
  • chás de ervas (camomila, hortelã, maçã, erva-cidreira, erva-doce, entre outras) são bebidas aromáticas perfeitas para aquecer e hidratar o corpo no inverno.
08
jun 2012
POSTADO POR
POSTADO EM Notícias
COMENTÁRIOS 0 Comments