Educação médica continuada -3ª edição: atualização em vacinas foi tema do evento

Nesta quarta-feira, dia 21 de novembro,  no auditório da Associação Empresarial de Tubarão – Acit, foi promovida a 3ª edição da Educação médica continuada, evento promovido pela Pró-Vida para aperfeiçoamento de seu corpo clínico.

Sob o título Atualização em vacinas, o encontro tratou de assuntos como Calendário de vacinação e de novas perspectivas na utilização de vacinas como pneumococo, meningococo e rotavírus. Outros temas correlatos, como vacinas à gestante, vacinas combinadas e as estratégias de controle da coqueluche, foram abordados pelo palestrante, o infectologista pediátrico Aroldo Phromann de Carvalho. No encontro, Dr. Aroldo enfatizou, ainda, a situação atual de vacinas para zoster, dengue e HIV. O infectologista é doutor em Pediatria pela UFSC e Univali e atua no Hospital Infantil Joana de Gusmão.

20
nov 2012
POSTADO POR
POSTADO EM Notícias
COMENTÁRIOS 0 Comments

Educação médica continuada: epilepsia foi tema desta segunda edição

Neste sábado, 20 de outubro no auditório da Associação Empresarial de Tubarão (ACIT), acontec

eu a segunda edição da Educação Médica Continuada, evento promovido pela Pró-Vida visando ao constante aprimoramento de seu corpo clínico. O evento contou a participação de médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde e estudantes de Medicina. A Neurologia e a Neuropediatria foram as especialidades destacadas nesta edição, coordenada pelo neuropediatra Jaime Lin e a neurologista Aline Scarlatelli Lima, da Pró-Vida. A epilepsia em crianças e adultos, bem como os casos que requerem tratamento cirúrgico, foram os destaques desta edição.

A segunda edição contou com palestras de autoridades das especialidades-tema: Dr. Eugênio Grillo, neuropediatra do Hospital Infantil Joana de Gusmão e professor de Neurologia infantil da Universidade Federal de Santa Catarina, destacou a semiologia das epilepsias na infância; Dra. Kátia Lin (foto), doutora em Neurologia pela Universidade Federal de São Paulo e coordenadora do Centro de Pesquisa em Epilepsias em Santa Catarina, abordou a epilepsia na idade adulta e a avaliação inicial do paciente com epilepsia. Já Dr. Charles Kodangeski, neurocirurgião também atuante no Hospital Infantil Joana de Gusmão, abordou as técnicas de tratamento cirúrgico das epilepsias de difícil controle.

Dra. Kátia Lin falou sobre a epilepsia em adultos.

 

21
out 2012
POSTADO POR
POSTADO EM Notícias
COMENTÁRIOS 0 Comments